Notícias

31 de janeiro de 2019 às 17:54

Troye Sivan imagina que faria mais sucesso se não fosse gay


Foto: Reprodução

Troye Sivan deu recentemente uma entrevista para o podcast “Homo Sapiens” e fez uma reflexão sincera sua carreira. O ponto dele foi sua aceitação na indústria sendo um artista abertamente gay, questionando se as coisas mais fáceis se ele, por acaso, fosse hétero.

Eu tenho uma ótima equipe de administração e uma ótima gravadora, e não tive essa conversa com mais ninguém com medo, também porque odeio quando astros pop parecem amargos ou culpando qualquer tipo de falta de sucesso em qualquer coisa além de si mesmos. Eu não quero me deparar como se estivesse dizendo isso, mas isso parece um espaço seguro onde podemos ter uma conversa aberta”, começou ele.

Ele continua questionando como a sociedade está em relação a artistas gays. “Parte de mim imagina se eu faria mais sucesso se não fosse gay, ou não como um cara obviamente gay. Eu acho que estamos em um momento realmente interessante na música agora, onde estamos vendo mais e mais artistas queer aparecerem, mas não temos uma Taylor Swift queer, nós não temos uma Rihanna queer ou uma Beyoncé queer. Ainda não estamos lá, não acho, embora seja muito emocionante estar onde estamos, ainda sinto que há uma montanha muito alta para escalar. Às vezes pode ser frustrante, porque eu estou dando tudo de mim e não tenho um grande hit nas rádios em todo o mundo”, reflete.

Ele também acrescentou: “100% disso só poderia estar na música, talvez minha música não seja boa o suficiente, talvez o mundo esteja obcecado com o hip-hop agora e eu estou fazendo a coisa mais distante do hip-hop. Poderia ser uma miríade de outras coisas, mas uma parte de mim se pergunta, às vezes, o mundo está realmente pronto agora para o que estou tentando ser?”, completa.

Atualmente Troye Sivan divulga seu recente álbum “Bloom”.


Fonte: Portal Pop Line

comentários

Estúdio Ao Vivo