Notícias

22 de agosto de 2018 às 18:31

Transexuais venezuelanas encontram acolhimento no Rio de Janeiro

Foto: Glauco Vital


Refugiadas da grave crise política e econômica na Venezuela, quatro mulheres transexuais venezuelanas foram acolhidas pela CEDS Rio (Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual da prefeitura do Rio), que busca desenvolver ações em ações em prol da comunidade LGBT.

Elas, que não tiveram suas identidades reveladas, foram encaminhadas pelo governo de Roraima há cerca de um mês e estão morando temporariamente na Casa Nem, na Lapa, centro do Rio. O espaço acolhe LGBTs expulsos de casa ou em situação de rua.

Vítimas de preconceito e violência, uma apresentava ferimentos quando chegou, após ser agredida no Estado da região Norte. Outra disse ter sofrido uma tentativa de assalto no Rio, e ter tido inclusive a prótese dentária quebrada.

Agora inscritas no programa da prefeitura Trans+Respeito, elas recebem apoio de assistência social e saúde e encaminhamento para possíveis oportunidades de trabalho. No grupo, duas são formadas em comunicação social, uma em engenharia de alimentos e a mais nova tem o equivalente ao ensino médio completo no Brasil.


Fonte: Metro Jornal

comentários

Estúdio Ao Vivo