10 de dezembro de 2018 às 19:53

Reynaldo Gianecchini diz que Carolina Dieckmann não teve 'empatia' com ele em novela


Foto: Reprodução

Reynaldo Giancecchini é o entrevistado do "Lady Night", programa comandado por Tatá Werneck, que vai ao ar na noite desta segunda-feira. Durante o bate-papo, o ator contou que Marieta Severo e Vera Fischer foram generosas com ele em sua primeira novela, "Laços de Família", de Manoel Carlos. 

No entanto, ele teve dificuldade de relacionamento com Carolina Dieckmann. "Tive um pouco de dificuldade com a Carolina, rolou um tempo para a gente se harmonizar. Isso eu falo até para ela. No começo, não rolou uma empatia dela para mim. Acho que ela não curtiu muito. Depois reverteu tudo. Eu amo a Carol. Mas é engraçado isso da não empatia", disse o ator para Tatá Werneck. 

O ator também relembrou o momento em que Ana Paula Arósio quebrou quatro dentes dele em uma cena de "Esperança", em 2002. "Foi no meio de uma cena que a gente ia quebrar uma estátua, eu tinha que tirar uma barra de ferro dela, e acabou sobrando pros meus dentes e eu continuei a cena, fui inundado pelo sangue. Adoro a Ana Paula. Sinto falta dela voltar. Espero que você volte", disse o ator, mandando um recado para a câmera. 

Reynaldo Gianecchini também fez elogios para sua ex-mulher, Marília Gabriela. "Ela é muito inteligente. O que acho mais legal, é que tive a chance de descobrir o lado divertido, o lado moleca e brincalhão. Foi por esse lado que me apaixonei".


Fonte: O Dia

comentários

Estúdio Ao Vivo