05 de janeiro de 2019 às 18:27

Brasil é primeiro lugar do ranking de assassinatos de transexuais


Foto: Reprodução

O Brasil continua a ser o país onde mais transexuais são mortos , segundo dados da ONG Transgender Europe (TGEU). Entre 1º de outubro de 2017 e 30 de setembro de 2018, 167 transexuais foram mortos no Brasil. A pesquisa, feita em 72 países, classificou o México em segundo lugar, com 71 vítimas, seguido pelos Estados Unidos, com 28, e Colômbia, 21.

A organização contabilizou um total de 369 homicídios de transexuais e indivíduos não-binários, indicando um aumento de 44 casos em comparação com a pesquisa do ano passado e de 74 casos com relação a 2016. No Brasil, foram contabilizadas 171 mortes, em 2017, e 136, em 2016. Em ambas situações, o país ocupou o primeiro lugar no ranking.

Segundo a Transgender Europe, com sede na Alemanha, os dados sobre pessoas trans assassinadas não são especificados em boa parte dos países, o que impossibilita uma estimativa real do número de casos.

De acordo com a ONG, a pesquisa visa a promover a "conscientização sobre os crimes de ódio contra pessoas trans", para "honrar as vidas daqueles que não devem ser esquecidos".

Fonte: O Globo

comentários

Estúdio Ao Vivo