25 de setembro de 2018 às 16:35

Administradora do grupo “Mulheres Contra Bolsonaro” é agredida no Rio


Foto: Reprodução

Segundo o site Exame, umas das organizadoras do grupo “Mulheres Contra Bolsonaro”, Maria, foi agredida por três homens armados em um táxi no Rio de Janeiro, na noite desta segunda-feira (24). No Rio, ela coordena a campanha do candidato a deputado estadual pelo PSOL, Sérgio Ricardo Verde, que detalhou incidente em sua página do Facebook, dizendo que, além da agressão física, os homens também levaram o celular dela.

Segundo o candidato, Maria foi atendida no Hospital Municipal Evandro Freire, na Ilha do Governador e, em seguida, foi levada para a 37ª Delegacia de Polícia na Estrada do Galeão, onde registrou Boletim de Ocorrência (B.O.).

O PSOL, partido do qual Maria é filiada, repudiou a agressão e disse que o incidente não irá intimidar as mulheres, que “farão do dia 29 um marco histórico contra o machismo e a intolerância”, referindo-se ao ato de protesto contra o candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), marcado para sábado em São Paulo.

A motivação da agressão ainda está sendo investigada pela polícia.

Fonte: Exame

comentários

Estúdio Ao Vivo